Pular para o conteúdo

Notícias

Projeto de Química com escolas públicas ganha 1º lugar em apresentações orais no Sepei 2018

EXTENSÃO Data de Publicação: 22 set 2018 10:28 Data de Atualização: 21 set 2018 10:33

Dois projetos do Câmpus Chapecó levados para apresentação no 7º Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei 2018) foram desenvolvidos com alunos de escolas públicas da cidade. Ambos instigaram, por meio de experimentos, o aprendizado de estudantes de 9º anos sobre matérias como Química e Física.

O projeto “IFSC-Química: de portas abertas para a comunidade” convidou estudantes para participar de oficinas experimentais de Química dentro do laboratório do câmpus. “O objetivo principal era o de incentivar e despertar o interesse dos estudantes para a ciência química”, afirmam os professores Fabio Machado da Silva e Ângela Silva.

No Sepei, o projeto ganhou o primeiro lugar  de apresentações orais da Divisão Temática 3 - Desafios Educacionais no Brasil de hoje, inovação didática e fazer profissional inclusivo. Foi o aluno do módulo 6 do Técnico Integrado em Informática, Victor dos Santos Santin, o responsável por apresentar o trabalho, que atingiu 113 alunos de três escolas públicas. Durante a explanação, Victor apresentou resultados de um questionário aplicado aos participantes da oficina que reforçam a importância da extensão no IFSC: 92% dos alunos afirmaram que a escola não possui laboratório de Ciências e quase 90% afirmaram que a oficina contribuiu muito para o aprendizado em relação a reações químicas.

“A apresentação foi muito boa, pois auxiliou a demonstrar para a comunidade interna do IFSC como os projetos de extensão são um vínculo importante entre a comunidade acadêmica e a sociedade que se relaciona direta ou indiretamente com a instituição”, acredita Victor.

Clube da Física nas escolas

O segundo projeto trabalhou com 60 alunos de outras duas escolas públicas de Chapecó, por meio da realização de oficinas de programação com arduíno. Com duração de oito horas, as oficinas ensinaram conceitos básicos aos alunos das escolas relacionados à eletrônica, componentes elétricos, funcionalidades e montagem dos circuitos, além de noções de programação e demonstração das possibilidades de automação utilizando os kits apresentados.

O projeto foi apresentado no Sepei 2018 com o título “Clube da Física: difundindo saberes e tecnologias nas escolas chapecoenses - oficinas de Arduino”, já que são os participantes do Clube da Física do câmpus quem interajem nas escolas públicas.

“O Clube da Física contribui para a integração entre os alunos dos diversos cursos do IFSC e também com os alunos das escolas em que nós aplicamos a oficina, principalmente pela contribuição aos estudos sobre a Física e tecnologia”, destaca o aluno do Ensino Médio Integrado em Informática, André Ghisleni Raimann, responsável por apresentar o projeto no Sepei.

Os professores Alencar Migliavacca e Miguel Debarba percebem que a participação dos estudantes no Clube da Física melhora o rendimento em sala de aula e eleva o nível de concentração e comprometimento com os estudos em todas as áreas do conhecimento. “E a difusão do Arduino através de oficinas nas escolas instiga o interesse pela ciência e pela informática e programação”, destacam.

Projetos do Câmpus Chapecó no Sepei 2018

Comunicação Oral

Desenvolvimento de sementeira a partir do reaproveitamento de cápsulas de café expresso

Clube da Física difundindo saberes e tecnologias nas escolas chapecoenses - oficinas de arduino

Estado do conhecimento das produções sobre Proeja no Brasil

O que rola no câmpus?

Miniusina didática para produção de biodiesel

Sistema de supervisão e controle do túnel de vento para ensaios de microturbinas eólicas

Retrofitting de impressora 3D

IFSC-química: de portas abertas para a comunidade

Bancada didática de controle de motor cc

Helicóptero de bancada

Estudantes imigrantes: educação, trabalho e lazer

Radio escola do IFSC Câmpus Chapecó

Análise das mudanças ocorridas em Chapecó e do processo de reconstrução da Associação Chapecoense de Futebol pós a tragédia aérea de 29 de novembro de 2016

Os organismos internacionais e a Educação Profissional no Brasil e no México

Pôster

Sensibilização e qualificação para o turismo em Chapecó e arredores

Análise do aço utilizado em um eixo de transmissão fraturado em serviço

Estudo de isolamento térmico para sistema de transferência de calor em máquina termo formadora de descartáveis plásticos

Desenvolvimento de estufa para sementeiras de reaproveitamento de cápsulas de café expresso

As inovações pedagógicas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina

Produto educacional na formação do mestre em Educação Profissional e Tecnológica no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina

Conheça todos os trabalhos apresentados no Sepei 2018.

EXTENSÃO