Pular para o conteúdo

Notícias

IFSC assina carta de intenção para dupla titulação do curso de Engenharia Mecânica

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 15 mar 2019 12:42 Data de Atualização: 15 mar 2019 17:59

Mais um curso do IFSC deve fazer parte do programa de Dupla Titulação com o Instituto Politécnico do Porto (IPP). Até o final do ano, alunos da Engenharia Mecânica do Câmpus Lages poderão ter a oportunidade de fazer um intercâmbio no curso de mestrado em Mecânica do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP). Ao finalizar o programa, eles receberão a titulação de bacharel em Engenharia Mecânica pelo IFSC e de mestre em Mecânica pelo IPP.

Nesta quinta-feira (14), a reitora do IFSC, Maria Clara Kaschny Schneider, e o diretor-geral do Câmpus Lages, Thiago Meneghel, assinaram uma carta de intenção para a dupla titulação com o assessor de Relações Internacionais do IPP, Gustavo Alves, e a presidente do ISEP, Maria João Viamonte. “Nossa expectativa é que ainda neste ano possamos selecionar três alunos no Câmpus Lages para estudarem durante um ano em Portugal”, destaca o diretor-geral do Câmpus Lages.

Se para os alunos do IFSC participar do programa traz benefícios pessoais e profissionais, para os estudantes portugueses, a convivência com brasileiros também é de grande valia segundo Maria João. “Vai além das competências, é uma troca de experiências que abre as visões de mundo, é um crescimento que só existe pela experiência’, enfatiza.

Durante a reunião em que foi assinada a carta de intenção, a reitora do IFSC ressaltou a necessidade das instituições pensarem na flexibilização de currículo para permitir que mais estudantes possam se beneficiar de intercâmbios internacionais. “Precisamos considerar toda a experiência dos alunos no processo”, afirmou.

Umas das maneiras de tentar superar esta barreira é incentivar que, além dos estudantes, os servidores também possam passar um período em instituições estrangeiras. “Queremos trabalhar na formação dos professores para que eles conheçam outras realidades”, disse Maria Clara.

A vice-presidente do ISEP também anunciou que a instituição portuguesa tem a intenção de enviar estudantes para o IFSC. “Por questões financeiras, ainda não viabilizamos”, explicou.

Todas essas possibilidades de mobilidade dos estudantes e servidores para estudos e desenvolvimentos de projetos de pesquisa entre as instituições, bem como o compartilhamento de metodologias de pesquisas científicas, estão previstas no acordo de dupla titulação.

Além de se reunirem com a reitora do IFSC para assinatura da carta de intenção, os gestores do IPP visitaram os câmpus Florianópolis-Continente e Florianópolis – ainda na quinta-feira - e o Câmpus São José, nesta sexta-feira.

Programa de Dupla Titulação

Para ser oficializado, o programa de Dupla Titulação com o curso de Engenharia Mecânica precisa de uma aprovação interna do IPP, que deve ocorrer até o final deste mês. Com a oficialização, a intenção do IFSC é que em setembro já possam ir os primeiros alunos pelo programa do Câmpus Lages.

A assessora de Assuntos Estratégicos e Internacionais do IFSC, Raquel Matys Cadernuto – que também participou da reunião – destaca a necessidade do envolvimento dos professores e gestores do curso para que o programa seja viabilizado. “Nosso desejo é ampliar o programa para outros cursos, mas que isso vai além de uma assinatura de termo de cooperação com uma instituição estrangeira, já que precisamos que haja uma motivação e um envolvimento muito intenso dos servidores”, explica.

No caso do curso de Engenharia Mecânica do Câmpus Lages, o programa de Dupla Titulação começou a se concretizar por iniciativa do coordenador do curso no câmpus, Matheus Fontanelle. “Em 2018, eu fui participar de um congresso em Portugal e aproveitei para fazer uma aproximação com os professores do Isep”, contou o professor durante a reunião com os gestores portugueses.

Quando o acordo for aprovado pelo IPP, o IFSC passará a ter dois cursos no programa de Dupla Titulação, já que desde 2015, existe a parceria com o curso de Engenharia Elétrica do Câmpus Florianópolis. No início deste ano, os primeiros alunos a participarem do programa apresentaram seus trabalhos finais. Clique aqui para ler a reportagem.

O professor do Câmpus Florianópolis, Rubipiara Cavalcante Fernandes, atualmente diretor do Polo de Inovação do IFSC e um dos responsáveis pelo programa de Dupla Titulação no instituto, também participou da reunião.

Parceira com IPP

O IPP é um dos parceiros internacionais mais antigos do IFSC. A parceria foi assinada em 2009 e, desde 2010, alunos do IFSC começaram a participar de intercâmbios em Portugal pelo Programa de Intercâmbio Internacional para Estudantes do IFSC (Propicie) – além da mobilidade de pesquisadores que também já ocorreu. Já o termo de cooperação que permitiu a elaboração do programa de Dupla Titulação foi firmado em 2015.

O assessor de Relações Internacionais do IPP, Gustavo Alves, destaca a boa parceria entre as instituições. “Foi uma parceria que começou pequena e foi agregando. Agora estamos em um momento forte em que a qualidade da parceria se estende ao aluno”, afirma.

A presidente do ISEP, Maria João Viamonte, ressalta que a parceria com o IFSC é mais forte do que com instituições de outros países europeus, apesar da distância geográfica. “Ter a mesma língua ajuda muito, porque, apesar de nossas diferenças culturais, temos muito o que nos aproxima”, conta.

Para Raquel, estas reuniões entre os gestores das instituições são fundamentais para que a parceria seja continuada. “Estes momentos nos aproximam e ajudam a fortalecer os projetos existentes e a pensarmos em novas possibilidades de cooperação”, ressalta. Em janeiro, a assessora viajou junto com a reitora do IFSC em uma missão para Portugal em que visitaram as instituições parceiras do IFSC no país.

Até hoje, 118 estudantes de cursos técnicos e de graduação do IFSC já realizaram projetos de pesquisa no IPP pelo Propicie – sendo que mais oito intercambistas estão embarcando neste mês pela 15º edição do programa de intercâmbio do IFSC. Pelo programa de Dupla Titulação com o curso de Engenharia Elétrica, quatro alunos já passaram pelo IPP desde fevereiro de 2018 e, atualmente, sete estão estudando na instituição portuguesa.

Durante a reunião, um dos alunos selecionados pela 15ª edição do Propicie para realizar um projeto no ISEP conheceu os gestores portugueses. Lucas de Lacerda Tinoco, que faz o curso técnico integrado em Eletrônica no Câmpus Florianópolis, viaja na próxima semana para Porto. 

Acompanhe as experiências dos alunos do IFSC no exterior no Blog dos Intercambistas. Para mais informações sobre intercâmbio, clique aqui.

INSTITUCIONAL