Pular para o conteúdo

Notícias

Alunos pedem melhorias em sessão da Câmara dos Vereadores de Jaraguá do Sul

CÂMPUS JARAGUÁ DO SUL-CENTRO Data de Publicação: 05 jul 2017 21:00 Data de Atualização: 06 fev 2018 15:32

 

Estudantes do curso técnico integrado em Química do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro participaram, na última semana, de uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores e apresentaram uma carta com questionamentos e solicitações aos legisladores municipais. A carta foi produzida coletivamente por estudantes das sétima e oitava fases do curso e lida, em plenário, pelo aluno Emanuel Silva. A ação fez parte do programa “Câmara.com Você”, organizado pela própria casa legislativa.

 

Segundo a professora de sociologia do IFSC, Kênia Gaedtke, os estudantes apresentaram algumas reivindicações após estudarem e refletirem sobre o papel dos legisladores municipais. “A participação social da juventude é primordial pra assegurar a democracia. A autoria do documento é dos próprios alunos, mas o orgulho é nosso!”, comenta.

 

O programa “Câmara.com Você” trouxe ao Instituto palestras durante o primeiro semestre deste ano e, como etapa final, promove uma sessão extraordinária na Câmara com espaço para os estudantes apresentarem suas manifestações. Foram atendidas, neste semestre, dez escolas das redes pública e particular. Outras dez estão previstas para o segundo semestre.

 

Confira, a seguir, o texto da carta lida pelo estudante Emanuel Silva.

 

CARTA

 

Jaraguá do sul, SC, 27 de junho de 2017.

 

Excelentíssimos senhores vereadores de Jaraguá do Sul,

Nós, estudantes do último ano do curso Técnico em Química – modalidade Integrado do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), agradecemos a oportunidade de diálogo com os nossos representantes nesta Casa. Após discussão e reflexão, viemos trazer aos senhores os seguintes pontos:

1. Frente a algumas votações realizadas neste ano, questionamos a representatividade desta casa legislativa. Votações referentes ao Fundo Municipal de Cultura e do corte aos benefícios dos servidores públicos, por exemplo, foram bastante criticadas por grande parte da população durante o processo. Ainda assim, a maioria dos senhores manteve os posicionamentos favoráveis à proposta do Executivo. Gostaríamos que fosse assegurada, em nosso município, a autonomia de cada um dos três poderes, e que o Legislativo considerasse os anseios da população, especialmente quando essa demonstra sua insatisfação.

2. Assim como a sociedade está preocupada com a nossa formação e estudo, nós, sabendo da complexidade e importância do vosso trabalho, também temos a preocupação de que os legisladores do município aprimorem sua visão acerca de suas funções, deste modo, sugerimos que o papel de vereador seja cumprido mediante capacitação para tal.

3. Umas das questões que mais nos incomoda diante das políticas municipais é o transporte coletivo, que é concedido à iniciativa privada, mas que não atende satisfatoriamente às necessidades da população. Sabemos que o problema é antigo e complexo, mas acreditamos que os vereadores precisam se posicionar mais fortemente diante desta questão.

4. Ainda que este espaço de comunicação nos seja oferecido, temos a impressão que o diálogo entre comunidade e Câmara de Vereadores ainda é muito incipiente. É preciso que o diálogo seja efetivo, e que os cidadãos se sintam, de fato, representados pelos senhores. Quando um povo passa a questionar a representação na democracia, é a própria democracia que é questionada, abrindo espaço para governos autoritários e ditatoriais. Em tempos incertos, é fundamental que façamos de tudo para evitar isso.


Por Comunicação Câmpus Jaraguá do Sul-Centro

CÂMPUS JARAGUÁ DO SUL-CENTRO