Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus do IFSC realizam atividades relativas ao Dia Internacional da Mulher

EVENTOS Data de Publicação: 07 mar 2018 18:20 Data de Atualização: 07 mar 2018 18:42

O IFSC realiza nesta quinta, 8 de março, atividades em vários câmpus para comemorar o Dia Internacional da Mulher. A data é celebrada em diversos países desde o início do século XX e foi adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975 em alusão ao empoderamento feminino e às lutas das mulheres por direitos iguais.

Um dos direitos que foi conquistado pelas mulheres por meio de luta e protestos foi o de votar, que, no início do século XX, era negado a elas em vários países. Um deles era o Reino Unido, e os movimentos pelo direito ao voto das mulheres naquele país são tema do filme “As Sufragistas”, que será exibido em dois horários no Câmpus Lages (Rua Heitor Vila Lobos, 222, São Francisco) IFSC neste 8 de março: 13h45min e 19h. Após cada exibição será feito um debate. O evento é aberto à comunidade e interessados devem realizar suas inscrições na biblioteca do câmpus. Há 20 vagas para cada exibição.

O filme foi escolhido devido à luta pelo direito ao voto feminino ser um marco da luta feminista pela igualdade de gênero. "Sem o voto, a representação feminina era praticamente nula. Um congresso e governo formado apenas de homens não teria a preocupação de conferir qualquer tipo de direito à mulher. O filme mostra também que, a cada direito conquistado, houve um movimento de pessoas que o reivindicaram. Nenhum direito surgiu sem ter sido conquistado. O debate prevê a discussão das perdas de direitos do trabalhador e da mulher no momento atual", diz a coordenadora de Relações Externas do Câmpus Lages, Rita Timmermann Branco

No Câmpus São José (Rua José Lino Kretzer, 608, Praia Comprida), a programação começou na segunda-feira (5) e conta com música, palestra, exposição fotográfica, exibição de filme e debate, entre outros. Na quinta (8), alunos e servidores participam de diferentes atividades organizadas pelo movimento 8M Brasil - SC, que se integra ao chamado internacional de mulheres para o 8 de março.

Uma dessas ações é a mostra fotográfica "Mulheres com deficiência: somos todas mulheres", organizada pela psicóloga do câmpus, Karla Garcia Luiz, com a participação de diversos alunos. Ela tem o objetivo de debater a deficiência como condição humana. "A mostra traz fotos de diferentes tipos de mulheres em seu cotidiano, inclusive as mulheres com deficiência", conta. As fotos ficarão expostas no Centro de Florianópolis como parte das atividades do 8M.

Na sexta (9), ocorre também no Câmpus São José a exibição e debate sobre o documentário “Embrace”, às 13h30.  O documentário trata da imposição social e cultural dos padrões de beleza hegemônicos e de como isso afeta o psicológico das mulheres. O debate será mediado pela professora Ana Carolina Caridá, pelo professor Fernando Bittencourt e pela psicóloga Karla Garcia Luiz, que discutirão as relações entre a obra, as teorias socioantropológicas e o cotidiano dos jovens e adultos.

Ainda na Grande Florianópolis, os alunos do IFSC Wesley Caetano Lima, Thalia Farinon e Natalia Cristina dos Santos, acompanhados dos professores Diogo Moreno Pereira Carvalho e Patrícia Nunes Martins, participam na quarta e quinta (7 e 8) do Seminário Regional pelo Fim da Violência Doméstica Contra a Mulher, promovido na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no Centro da Capital. Eles vão mostrar a exposição fotográfica "A denúncia: a arte no enfrentamento à violência". Nesta ação, fotografias criadas na disciplina de Arte e no projeto de pesquisa sobre o tema retratam o olhar atento dos acadêmicos sobre as percepções que a violência doméstica causa, levando às lentes dos alunos a tradução artística e acadêmica do tema. Os estudantes e professores são do Câmpus Caçador do IFSC. A visitação à exposição é aberta ao públicao.

Confira a seguir as atividades programadas para o 8 de março em outros câmpus do IFSC.


Caçador

No Câmpus Caçador (Av. Fahdo Thomé, 3.000, Champagnat) será exibido documentário para estudantes dos cursos técnicos integrados e haverá conversas sobre o direito da mulher e violência doméstica ministradas pelo servidor William Douglas Gomes Peres, que é advogado.

Chapecó

Alunas, servidoras e terceirizadas do Câmpus Chapecó estão convidadas a se juntar para realizar a Dança Circular, uma prática milenar entre as mulheres e que visa fortalecer o arquétipo feminino e a força das mulheres. A dança será coordenada pela facilitadora de Danças Circulares do espaço Giramor, de Chapecó, Adriane Cavalli. A atividade ocorre das 15h20 às 15h40, no estacionamento do câmpus.

Gaspar

O 8 de março no Câmpus Gaspar (Rua Adriano Kormann, 510, Bela Vista) terá duas palestras. Às 9h30, o tema é “Meninas na ciência”. Às 18h45, o assunto será “Desafios e condições da mulher na sociedade”.

Jaraguá do Sul 

No Câmpus Jaraguá do Sul (Av. Getúlio Vargas, 830, Centro), as atividades começaram na quarta (7), com uma aula aberta sobre “Cultura e gênero” e seguem nesta quinta (8). Duas mesas-redondas ocorrem no auditório: às 16h, o tema é “Corpo e cuidado: conversas sobre contracepção, ISTs [infecções sexualmente transmissíveis] e ciclos naturais” e, às 18h40, o assunto tratado será “Mulheres e movimentos sociais em Jaraguá do Sul”. O dia termina com uma atividade na cantina do câmpus às 20h, um sarau organizado pelo núcleo jaraguaense da União Brasileira de Mulheres (UBM).


No outro câmpus do IFSC na cidade, o Jaraguá do Sul-Rau, músicas que fazem alusão às mulheres serão tocadas nos intervalos de aulas nos três períodos. 

Palhoça

No Câmpus Palhoça Bilíngue, todas as atividades são para os públicos internos. Ainda na quarta (7), das 19h às 22h, serão haverá exibição de curtas sobre a questão de gênero e debate no hall do câmpus. Na quinta (8), à tarde, ocorre exibição de curtas sobre o machismo e debate, voltados aos alunos dos cursos técnico sem Comunicação Visual e em Tradução e Interpretação de Libras.

Até a próxima segunda, dia 12, acontece a caixa de relatos “O machismo nosso de cada dia”, na qual alunos e servidores partilham seus relatos sobre o machismo no cotidiano. Também foi instalado no câmpus o mural “Mulheres que fizeram a história”, produzido a partir de cartazes do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional (Sinasefe), que representa os servidores do IFSC.

São Carlos

Atividades no Câmpus São Carlos (Rua Aloísio Stoffel, 1.271, Jardim Alvorada) ocorreram na segunda (5) e na quarta (7) e seguem na quinta, todas abertas à comunidade. Às 10h, tem aula aberta com o tema “História, sexismo, desigualdades e mundo do trabalho”. Às 18h30, ocorre a roda de conversa sobre “Maternidade o mundo do trabalho”.

Xanxerê

A programação no Câmpus Xanxerê (Rua Euclides Hack, 1.503, Veneza) no dia 8 vai ter atividades com o público interno à tarde. Na sexta, dia 9, ocorre uma palestra aberta à comunidade com o tema “Por que o Dia da Mulher é dia de luta?”. O evento é às 19h na sala 2 do Bloco 1.

EVENTOS