Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus Itajaí promove oficinas e saídas com o barco escola na Volvo Ocean Race

EXTENSÃO Data de Publicação: 20 abr 2018 09:54 Data de Atualização: 20 abr 2018 10:28

O Câmpus Itajaí é uma das instituições que está participando da etapa brasileira da Volvo Ocean Race, um dos maiores eventos náuticos do mundo que reúne 19 equipes de velejadores. Eles percorrem os cinco continentes em oito meses de competição e, no Brasil, a parada é em Itajaí de 5 a 22 de abril. Durante a estada dos atletas são promovidas uma série de atividades voltadas para o público que visita a vila da regata e, dentre elas, estão sendo ofertadas oficinas do projeto de extensão “Aprendendo com o mar” do Câmpus Itajaí e saídas pelo rio Itajaí-açu com o barco escola. As atividades são voltadas a crianças e adolescentes, estudantes de escolas da educação básica, e visitantes da Volvo Ocean Race.

Quem passa por essas oficinas pode ver plânctons no microscópio, observar pepinos do mar, ouriços e siris ou mesmo conhecer cascos de tartarugas, mandíbulas de tubarão e ossos de baleia. As atividades estão sendo realizadas no estande da Fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai). Nas oficinas, servidores e alunos do curso técnico em Recursos Pesqueiros do Câmpus Itajaí falam sobre a biodiversidade marinha e os riscos da poluição dos oceanos. “Para nós é uma experiência nova participar das oficinas, tivemos que antecipar alguns conteúdos que ainda não vimos no curso para se preparar para as apresentações”, explica Hellen Ferreira, aluna do primeiro módulo do curso.

Uma das instituições que passou pelo estande foi o Centro de Educação em Tempo Integral Verde Vale de Itajaí. “Eu gostei de saber como o tubarão enxerga e de saber que, muitas vezes, ele ataca porque confunde o ser humano com outras espécies”, comenta a estudante Sofya da Costa.

Além das oficinas, são promovidas saídas com barco escola “Aprendendo com o mar”. São aulas feitas pelo rio Itajaí-açu, de cerca de 40 minutos, em que o visitante pode conhecer a baía Afonso Wippel, mais conhecida como Saco da Fazenda, o canal do rio e o porto. São realizados cerca de três passeios por dia, dois voltados para escolas e um para o público em geral. Uma aula que surpreende turistas e moradores do local que visitam a vila da regata. “Esta é a primeira vez que eu navego pelo rio, achei tudo muito bonito. Eu vejo que esta região tem um apelo turístico muito forte e que todo este potencial para promover a navegação pelo rio ainda é pouco explorado”, afirma o turista de Florianópolis Paulo Giffort.

Moradora de Itajaí, Giovana Notti também navegou na baía Afonso Wippel pela primeira vez.“É uma experiência muito diferente e é importante ver todo este cuidado que vocês têm com o meio ambiente”. Tarso Dutra, de Porto Alegre, já navegou por diversas regiões do mundo e ficou surpreso com a aula a bordo do barco escola. “O trabalho que vocês fazem é muito importante e é um diferencial”.

EXTENSÃO CÂMPUS ITAJAÍ