Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus Araranguá recebe homenagem da Câmara de Vereadores

CÂMPUS ARARANGUÁ Data de Publicação: 25 mai 2018 08:01 Data de Atualização: 30 mai 2018 14:42
As comemorações pelos dez anos do Câmpus Araranguá tiveram mais um capítulo na noite desta quarta-feira (23), com a entrega de um diploma de mérito pela Câmara Municipal. A homenagem aos serviços prestados pelo IFSC à comunidade de Araranguá foi aprovada pelos vereadores em sessão que contou com a presença de estudantes e servidores da instituição. “Este título é apenas mais um ato de reconhecimento e gratidão, aos relevantes e competentes serviços que toda a comunidade escolar tem prestado à nossa sociedade na formação de novos homens e novas mulheres. Muito mais que a formação técnica e erudita, tem ensinado valores como ética, compromisso social, equidade, democracia, sustentabilidade e qualidade”, disse o vereador Jair Anastácio, autor da solicitação.
 
Na sessão, a diretora-geral do Câmpus Araranguá, Mirtes Lia Pereira Barbosa, lembrou que a homenagem é uma forma de reconhecimento ao trabalho dos servidores e da contribuição que o IFSC traz ao desenvolvimento regional. “A homenagem é sobretudo um reconhecimento ao trabalho da instituição e de seus servidores, que durante estes dez anos têm se empenhado fortemente para consolidar o IFSC, uma instituição que se interiorizou num projeto de governo que faz muita diferente para quem mora no interior. Há 11 anos, seria impensável que alguém pudesse fazer o ensino médio ou o ensino superior numa instituição pública de qualidade. Ou teria que sair da cidade ou pagar muito cara. Sabemos o quanto isso é importante e essa homenagem só vem a fortalecer a instituição”, afirmou Mirtes.
 
A diretora do Câmpus Araranguá aproveitou a ocasião para solicitar o apoio dos vereadores para que a instituição possa continuar crescendo. “O Câmpus tem potencial para crescer muito. Somos uma instituição nova, mas grandiosa em sua missão. Temos potencial para o desenvolvimento na oferta de cursos e na expansão física. Para isso precisamos do apoio da comunidade e das autoridades, porque vivemos tempos difíceis e a força conjunta faz a diferença para que as coisas aconteçam”, destacou.
 
O Câmpus Araranguá oferece cinco cursos técnicos - Eletromecânica (concomitante e integrado), Vestuário (integrado), Produção de Moda (concomitante) e Têxtil (concomitante) – e dois cursos de graduação - Licenciatura em Física e Design de Moda, além de uma pós-graduação em Edução Científica e Tecnológica e uma série de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC).
 
Chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (Depe), Adriano Antunes apresentou os números do Câmpus Araranguá e as possibilidades de expansão das atividades. O Câmpus Araranguá possui uma área construída de 7,5 mil metros quadrados, com nove salas de aula e 32 laboratórios, além de biblioteca, ginásio esportivo e outras instalações. 
 
“Temos pretensão de evoluir com cursos de pós-graduação e em eixos que são necessidade da região, além de ofertar cursos de Engenharia. Mas existem limitadores para este crescimento. Nossos alunos são trabalhadores que estudam, por isso precisamos ofertar prioritariamente cursos noturnos. Nossa infraestrutura atual é incapaz de receber mais cursos noturnos. Por isso a nossa preocupação com a questão orçamentária que vem sendo estrangulada nos últimos três anos. Tudo isso vem se compondo como grandes desafios para o nosso crescimento”, disse Adriano.
 
Presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso lembrou o trabalho para a instalação do Câmpus na cidade e ressaltou a importância de agregar novos cursos para atender a demanda do mercado. “Uma das principais contribuições do IFSC é com a qualificação da mão de obra local. As empresas necessitam de profissionais qualificados e dispostos aos desafios impostos e isso a instituição tem feito com qualidade. Precisamos debater a vinda de novos cursos e a forma como podemos colaborar com a instituição e a população”, afirmou o vereador. Também se manifestaram os vereadores Pedro Paulo de Souza, Igor Batista Gomes, José Carlos da Rosa, Luciano Zeferino Pires, Jacinto Dassoler, Diego Rosa Pires e Ronaldo Soares.
 
A data oficial de criação do Câmpus Araranguá é 25 de março de 2008, data em que foi publicada no Diário Oficial da União a portaria de criação do Câmpus, ainda com o nome de Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet). A fundação do Câmpus Araranguá é anterior, portanto, aos próprios Institutos Federais, criados em 29 de dezembro do mesmo ano, quando foi publicada a lei que instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.
CÂMPUS ARARANGUÁ INSTITUCIONAL