Pular para o conteúdo

Notícias

Cursos de graduação do IFSC conquistam conceito máximo do MEC

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 30 jun 2022 09:52 Data de Atualização: 30 jun 2022 10:16

No primeiro semestre deste ano, sete cursos de graduação do IFSC obtiveram o conceito máximo na avaliação do Ministério da Educação (MEC). O conceito de curso é a nota final de qualidade dada pelo MEC aos cursos de graduação das instituições de ensino superior no Brasil. Os cursos que passaram por avaliação até junho e conquistaram o conceito 5 foram: Agronomia (Câmpus São Miguel do Oeste), Gestão de Turismo (Câmpus Florianópolis-Continente), Engenharia Elétrica (Câmpus Jaraguá do Sul-Rau), Engenharia Mecânica (Câmpus Joinville), Engenharia de Produção (Câmpus Caçador), Pedagogia Bilíngue (Câmpus Palhoça Bilíngue) e Sistemas de Informação (Câmpus Caçador).

Este conceito final é feito a partir de uma avaliação por técnicos do ministério considerando três dimensões: organização didático-pedagógica; corpo docente e tutorial; e infraestrutura. Cada uma tem subitens que recebem notas até 5 e formam o conceito final de cada dimensão. Os conceitos das três dimensões são usados para calcular o conceito final do curso. 

Dos cursos avaliados em 2022, até o momento, apenas o curso de Engenharia Mecânica do Câmpus Lages ficou com conceito 4 - também considerado bom. Outros três cursos - Engenharia Civil (Câmpus São Carlos) , Engenharia Civil (Câmpus Criciúma) e Gestão do Agronegócio (Câmpus Lages) - serão avaliados no segundo semestre deste ano. O curso Design de Moda do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro ainda aguarda o agendamento da visita para passar pela avaliação. Ao todo, 25 cursos de graduação do IFSC já conquistaram conceito 5. 

Para a procuradora educacional institucional do IFSC, Margarete de Carvalho, o resultado obtido pelos cursos é mérito do trabalho dos câmpus. “O processo de avaliação envolve muito trabalho e dedicação na seleção e na organização das evidências físicas, documentais e testemunhais que comprovarão as informações dadas por meio do Instrumento de Avaliação do INEP/MEC, além do preparo dos servidores e estudantes para as entrevistas dos avaliadores”, destaca.

A Procuradoria Educacional Institucional é a área do IFSC que faz a interlocução com o MEC nas questões relacionadas à Educação Superior, administrando o acesso institucional aos sistemas e-Mec e Enade e os processos do MEC relativos aos cursos de graduação e pós-graduação lato sensu. Cabe à Procuradoria - que faz parte da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) - também gerir, apoiar e acompanhar o fluxo avaliativo externo da Instituição de Ensino Superior e dos cursos.

Margarete explica que a Procuradoria busca dar todo o suporte para que os coordenadores de curso, os núcleos docentes estruturantes (NDEs) e as comissões próprias de avaliação locais (CPAs) saibam como proceder em cada uma das fases do fluxo processual de reconhecimento e renovação de reconhecimento. “Além de reuniões individuais, produção de tutoriais, tira-dúvidas por whatsapp, realizamos, juntamente com a Coordenação de Graduação, em maio deste ano, um evento virtual - o primeiro encontro de coordenadores de cursos superiores do IFSC”, conta.

Entenda o trabalho da Procuradoria Educacional Institucional do IFSC

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.