Pular para o conteúdo

Notícias

Transferências e retornos: como funcionam?

BLOG DO IFSC Data de Publicação: 27 jul 2022 08:03 Data de Atualização: 27 jul 2022 08:21

Você sabia que é possível mudar de curso dentro do IFSC? Ou ainda, se você estuda em outro lugar, mudar seu curso para cá? E tem mais: se você já se formou - no IFSC ou em outra instituição - pode retornar para fazer outro curso sem ter que fazer uma prova ou entrar num sorteio? Tudo isso faz parte dos processos que chamamos de transferências e retornos.

No post de hoje, vamos explicar sobre o processo de transferência e retorno

Transferência interna X externa 

Primeiro é importante entender os dois tipos de transferências possíveis. A transferência interna é o processo que permite que estudantes do IFSC troquem de curso dentro da instituição. Já a transferência externa permite que alunos de outras instituições, públicas ou privadas, venham estudar no IFSC. 

É possível fazer transferência tanto para os cursos técnicos quanto para a graduação, mas ela só pode ser pedida entre cursos da mesma categoria. Por exemplo, se você está cursando um técnico subsequente só pode pedir transferência para outro técnico subsequente. Essa regra vale para todos os tipos de transferências.

O aluno que deseja pedir transferência pode fazê-lo entre câmpus diferentes e manter o mesmo curso, entre câmpus diferentes e cursos diferentes ou ainda apenas entre cursos diferentes de um mesmo câmpus. Para qualquer uma dessas possibilidades é necessário que haja:

1) um edital aberto sinalizando que há vaga no curso e câmpus desejado;
2) o aluno precisa ter terminado pelo menos o primeiro semestre do curso que já está cursando; e
3) o aluno precisa atender os pré-requisitos estabelecidos em edital.

Pré-requisito é basicamente um conhecimento necessário para que o aluno possa acompanhar o curso para o qual pretende pedir transferência. Os pré-requisitos dependem do curso e da fase em que a vaga está aberta. Por exemplo, a transferência ou retorno para um curso em que tenha a disciplina de cálculo II vai exigir que o aluno já tenha cursado cálculo I. Esse é um pré-requisito para que o estudante possa acompanhar o curso adequadamente.

Retorno de egresso 

O processo de retorno é para quem já concluiu um curso técnico ou de graduação - no IFSC ou em qualquer outra instituição de ensino pública ou particular (desde que reconhecidas pelo MEC) - e deseja cursar outro curso aqui com a gente. E, assim como para as transferências, o interessado deve ler atentamente o edital para descobrir se possui os pré-requisitos necessários para entrar no curso desejado.

Via de regra, os retornos acontecem para um curso de igual ou menor qualificação. Por exemplo: um estudante graduado pode cursar outra graduação ou um curso técnico. Já o aluno formado em um curso técnico poderá cursar apenas outro curso técnico. Isso porque um técnico provavelmente não atenderá os pré-requisitos necessários para cursar o nível superior, no caso do retorno. Vale ressaltar que só são disponibilizadas vagas para retorno em cursos de graduação e cursos técnicos subsequentes.

Quando posso solicitar transferência ou retorno?

Sempre que há vagas disponíveis, os câmpus lançam editais com a lista de vagas abertas e os pré-requisitos para cada uma. Isso costuma acontecer antes do início de cada semestre de aulas. Temos uma página no nosso Portal em que publicamos todos os editais de transferência e retorno abertos em cada câmpus.

-> Veja se há editais abertos para transferências e retornos

Quantas vagas são disponibilizadas?

Isso depende muito de cada curso e câmpus, pois as vagas disponibilizadas para transferência e retorno são as que ficam disponíveis em função de desistências ou transferências. Essa definição é feita pela coordenadoria de cada curso considerando as vagas ociosas em cada fase do curso.

Como saber se posso me candidatar a uma vaga?

Os pré-requisitos para poder participar do processo estão sempre detalhadas no edital.

-> Afinal, o que é um edital?
-> Quer estudar no IFSC? A gente te ajuda a ler o edital.

Elaboramos um quadro resumo para facilitar:

Quadro explicando quem pode participar dos processos de transferência e retorno do IFSC

Como faço para me inscrever?

Quando o câmpus estiver com vagas abertas, no edital você encontrará as orientações. Normalmente, é disponibilizado um formulário on-line para você se candidatar e encaminhar a documentação necessária.

Como é o processo de seleção?

Em geral, o processo de seleção se dá pelo preenchimento dos pré-requisitos, ou seja, quanto mais matérias o candidato conseguir validar, maiores suas chances de ocupar a vaga. Caso haja empate, a seleção pode se dar por ordem de inscrição, ou outro critério que estará explícito no edital. 

Contudo, os câmpus podem estabelecer critérios diferentes. Por exemplo, quando não há pré-requisitos, a classificação pode se dar por ordem de inscrição apenas. Por isso, é fundamental que você leia o edital com bastante atenção, nele você encontrará todas as informações sobre o processo seletivo e também sobre o processo de matrícula.

Se tiver dúvidas, envie e-mail para ingresso@ifsc.edu.br. Conheça também outras formas de estudar no IFSC

Receba nossos posts

Se quiser ver tudo o que já publicamos no Blog do IFSC, clique aqui.

Você também pode receber nossos posts no seu e-mail sempre que forem publicados fazendo seu cadastro aqui.

BLOG DO IFSC BLOG DO IFSC

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.