Pular para o conteúdo

Notícias

Montagem de “Romeu e Julieta” em Libras é atração em festival on-line de cinema

EXTENSÃO Data de Publicação: 13 mai 2022 15:18 Data de Atualização: 17 mai 2022 13:00

Uma adaptação para o cinema da peça “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare (1564-1616), em Língua Brasileira de Sinais (Libras) é uma das obras que podem ser assistidas gratuitamente até 4 de junho, no 25º Festival Cultura Inglesa. A produção teve origem a partir do projeto de extensão “Shakespeare em Libras”, desenvolvido desde 2017 no Câmpus Palhoça Bilíngue pela professora e diretora de teatro bilíngue Adriana Somacal.

Com 14 minutos de duração, o curta-metragem apresenta uma versão contemporânea dos conflitos vivenciados pela comunidade surda no Brasil. Os acontecimentos são ambientados durante as festas de carnaval, sob a ótica de um programa de TV sensacionalista – “Verona Urgente”. O amor dos jovens nasce em meio a uma realidade marcada pelo ódio, pela rivalidade entre as gangues Capuletos e Montéquios e pela exploração midiática da violência. O papel da mídia e das redes sociais na incitação ao ódio é uma das reflexões sugeridas na obra, além da interferência dessa violência na realização do amor de dois jovens surdos.

O filme tem uma estética híbrida e poética, que transita entre o cinema e o teatro, e é voltado ao público a partir de 16 anos. A encenação é em Libras, com legendas em português e inglês. Haverá uma exibição comentada no dia 15 de maio, às 13h, com participação do elenco de atores surdos, direção e membros da equipe.

Projeto de extensão

O projeto “Shakespeare em Libras” começou a ser desenvolvido pela professora Adriana Somacal em 2017, no curso de formação inicial e continuada (FIC) de Teatro Bilíngue. Em dezembro daquele ano ocorreu a primeira apresentação de cenas baseadas em “Romeu e Julieta”, com a participação de estudantes surdos e ouvintes e encenada em Libras e em português.

Dois anos depois, foi realizado o projeto “Shakespeare: tradições e leituras dramáticas”, com a tradução e leituras dramáticas de cenas de “Romeu e Julieta” para jovens e adultos – uma parceria entre o Câmpus Palhoça Bilíngue e o Grupo Signatores, que é, também, o realizador do curta-metragem. Nessa etapa, ocorreram apresentações da obra de Shakespeare em Libras nas cidades de Palhoça e Porto Alegre (RS).

Em 2019, o projeto foi selecionado na categoria “Espetáculo Teatral” no 24º Cultura Inglesa Festival, com estreia prevista para 2020, que não ocorreu em função da pandemia de Covid-19. Nesse período, o Grupo Signatores realizou a alteração do formato da montagem para o audiovisual, com reformulação do roteiro. As filmagens ocorreram em 2021, na sala de teatro Bruno Kiefer e na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre (RS).

Participam do curta-metragem dois ex-alunos e uma ex-servidora do Câmpus Palhoça Bilíngue: Darley Goulart, ator surdo, vive o personagem Teobaldo; Ângela Eiko, atriz surda, encena os personagens Rachel Benvolio e Folião; e Mateus Sousa atua como assistente de produção e direção.Darley é egresso do curso superior de tecnologia em Produção Multimídia, Mateus é recém-formado no curso técnico integrado em Tradução e Interpretação de Libras/Português e Ângela atuou como profissional guia intérprete de Libras-Português em 2018 no câmpus.

Assista ao curta-metragem “Romeu e Julieta”.

Saiba mais sobre o Festival Cultura Inglesa no site do evento.

 

EXTENSÃO

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.