Pular para o conteúdo

Notícias

Pesquisa de Gestão Hospitalar descreve desafios dos hospitais públicos no contexto da pandemia

CÂMPUS JOINVILLE Data de Publicação: 19 mai 2022 15:11 Data de Atualização: 02 jun 2022 19:30

A gestão de hospitais públicos sempre foi acompanhada de inúmeros desafios e superações. Situação que se agravou com a pandemia de Covid-19, numa fase sem precedentes e com um alastramento que formou um quadro que não trazia boas previsões. Estudar este cenário foi o objetivo de uma pesquisa realizada pelas acadêmicas Amanda Pires Honorato, Flávia Rocha e Piera de Brito Nakamura, do curso superior de tecnologia em Gestão Hospitalar do Câmpus Joinville, mesmo com as limitações das medidas restritivas e complexidades de um tema tão recente.

Para o trabalho “A gestão de hospitais públicos em tempos de pandemia da Covid-19”, elas levantaram mais de quatro mil estudos registrados na literatura brasileira em 2020 e 2021, especialmente do Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Após leitura dos resumos, a pesquisa foi afunilada e se concentrou em treze estudos para levantamento de demandas e desafios setorizados por áreas gerenciais: acesso à estrutura assistencial, gestão de equipamentos e materiais, gestão da informação, gerenciamento de risco e segurança do paciente, protocolos, gestão de pessoas, gestão de contratos e gestão do cuidado.

“A pandemia trouxe novos prismas de análise para a gestão hospitalar e reafirmou os ângulos já existentes”, justificam as alunas. “A situação crítica da saúde, sem a estrutura necessária para suprir as carências, provocou os gestores a repensarem suas ações”, reforçam as pesquisadoras, destacando a importância deste levantamento para elaboração de propostas para situações futuras semelhantes.

Socialização das informações

Coordenado pelas professoras Andrea Heidemann e Caroline Orlandi Brilinger e financiado por edital interno do Câmpus Joinville, o projeto está pronto para divulgação. “Além da função de envolver os alunos na busca de informações, o projeto também busca a socialização dos resultados”, comentam as professoras.

A apresentação final do trabalho foi estruturada no formato de colheita gráfica, em que as ideias foram resumidas em palavras-chave e receberam o apoio visual de ilustrações, símbolos, esquemas e diferentes tipos de letras e cores, para facilitar a compreensão e potencializar a memorização. Quem assina facilitação gráfica é a estudante Piera de Brito.

Clique aqui para acessar a apresentação

A primeira apresentação pública da pesquisa foi no dia 11 de maio, no auditório do Câmpus Joinville, com direito à roda de conversa com o secretário municipal de Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva. “A gestão de crise diz muito sobre a gestão de dados”, confirmou Jean, que é secretário de Saúde do município e diretor-presidente do Hospital Municipal São José desde 2017, servidor público concursado há 21 anos na Secretaria de Estado da Saúde e aluno de Gestão Hospitalar do IFSC.

Após a apresentação do trabalho das acadêmicas de Gestão Hospitalar, o secretário de saúde falou sobre o cenário da pandemia em Joinville, desde a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no município, em 13 de março de 2020, relacionando muitos pontos aos resultados citados pela pesquisa. “Tomamos todas as medidas que foram possíveis dentro da legalidade”, apontou o secretário, lembrando que sustentabilidade e governança são os grandes desafios da saúde pública.

Demandas e desafios

Confira um resumo das demandas e desafios levantados pelas acadêmicas Amanda Pires Honorato, Flávia Rocha e Piera de Brito Nakamura durante a pesquisa “A gestão de hospitais públicos em tempos de pandemia da Covid-19”.

- Acesso à estrutura assistencial

  • Demandas: estruturação imediata do serviço de emergência; abertura e expansão do número de leitos; implementação de hospitais de campanha.
  • Desafios: insuficiência de estrutura, principalmente de leitos hospitalares, UTI e equipamentos de respiração mecânica; desigualdades entre público e privado; registros de internações hospitalares SUS sofreram queda absoluta na maioria dos estados brasileiros.

- Gestão da informação

  • Demandas: iniciativas por pesquisadores e universidades brasileiras; novos projetos de pesquisa relacionados à Covid-19 e à produção de materiais informativos visando à prevenção da Covid-19, principalmente de forma on-line; realização de planejamentos efetivos em tempo real levando em consideração os dados epidemiológicos do hospital e região; controle da taxa de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI Covid-19; aquisição de estoque de medicamentos suficientes.
  • Desafio: ausência de um censo hospitalar unificado e defasagem dos sistemas de informação oficiais.

- Gestão de equipamentos e materiais

  • Demandas: alta procura de insumos e materiais; alta variação dos preços dos materiais; arrecadação de insumos e doações de EPIs; utilização de dispensa de licitação, dispensa de inexigibilidade e processos de centralização de compras.
  • Desafios: escassez de insumos; aumento de preços de materiais e outros insumos; gestão e aquisição de insumos, materiais e medicamentos.

- Gerenciamento de risco e segurança do paciente

  • Demandas: distanciamento físico e uso de máscara; testes diagnósticos; triagem em tendas de pacientes com sintomas de Covid-19; Plano para Enfrentamento da Covid-19; organização de áreas exclusivas nos hospitais para atendimento aos pacientes suspeitos e confirmados com Covid-19; suspensão ou adiantamento das atividades de ensino e pesquisa relacionadas à graduação e pós-graduação, bem como das consultas, atendimentos ambulatórios, cirurgias eletivas e/ou redução ou cancelamento das visitas.
  • Desafios: descumprimentos de normas e rotinas pelos usuários; desorganização nos fluxos assistenciais e processos de trabalho.

- Protocolos administrativos e clínicos

  • Demandas: planejamentos operacionais e de rotina; instituição e funcionamento de instâncias de caráter operacional e decisório em hospitais universitários.

- Gestão do cuidado

  • Demandas: parâmetros para escolha daqueles que teriam atendimento prioritário; núcleo responsável pela criação dos planos de contingência composto por representantes de diversos setores.

- Gestão de pessoas

  • Demandas: ampliação da qualidade de profissionais de saúde; treinamento dos trabalhadores; implementação de estratégias cognitivas e comportamentais para o controle das demandas internas.
  • Desafios: insuficiência de profissionais especializados; sentimentos de desvalorização dos profissionais assistenciais pela gestão; sentimentos de angústia, insegurança e estresse pela equipe para a radical adaptação; problemas de saúde mental; contaminação dos profissionais de saúde devido ao estresse de longas jornadas de trabalho; vínculos empregatícios precários e alta rotatividade de profissionais.

- Gestão de contratos

  • Desafio: baixa capacidade de fiscalização e acompanhamento dos contratos de gestão e ausência de transparência.

 

Clique aqui para acessar o Guia de Cursos e saber mais detalhes sobre o curso de Gestão Hospitalar.

CÂMPUS JOINVILLE PESQUISA

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.