Pular para o conteúdo

Notícias

Obras visam acessibilidade e modernização para comunidade acadêmica

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 17 jun 2022 12:12 Data de Atualização: 20 jun 2022 07:25

Ao entrar no Câmpus Florianópolis, uma percepção é comum: obras novas, reformas e adequações de infraestrutura. Rampa, passarela, elevador, identificações são alguns dos investimentos que estão sendo realizados, graças a R$ 1.245.254,36 conquistados, via emenda parlamentar, em dezembro de 2020, ainda no período da gestão pró-tempore, sendo os recursos executados desde 2021 e ainda em 2022.

“As edificações do Câmpus, na grande maioria, são da década de 60 e precisam de adequações, mas não somente à legislação. Temos a obrigação de atender às demandas da sociedade. Temos que ser inclusivos e não apenas obedecer a normas. Sempre irão surgir novas demandas, e sempre estaremos buscando adequações para melhor servir”, destaca o técnico em Edificações e coordenador da Coordenadoria de Engenharia (Coenge), Rafael Andrade de Souza.

Com um dos eixos de trabalho centrado na acessibilidade, esse processo de modernização e melhorias nas instalações físicas do Câmpus, já conta com obras finalizadas e outras em andamento.  Dia 8 passado, iniciou a troca de piso cerâmico do Bloco A, com previsão de conclusão para 15 de julho. “Com a troca de piso em algumas áreas do Campus já se aproveitou para fazer adequações acessíveis, dentro das normas e padrões legais, como o piso tátil colocado em frente ao Grêmio estudantil”, destaca o vice-diretor, Humberto Francisco Beirão Jr.

Outra iniciativa acessível aconteceu no Departamento Acadêmico da Eletrotécnica (DAE) com a colocação de uma plataforma elevatória (elevador) para cadeirante, já que até então o único acesso era uma escada. Outros dois setores receberam o mesmo tipo de equipamento: o Departamento Acadêmico de Mecânica (DAM), que recebeu três plataformas; e o Departamento Acadêmico de Construção Civil (DACC), que recebeu um.

Uma rampa de acesso, nos fundos do Departamento Acadêmico de Construção Civil (Dacc), em direção ao campo de atividades esportivas e práticas está no rol de obras do Câmpus. No DACC, também foram construídos banheiros acessíveis. Os banheiros do ginásio 1, que já existiam, mas agora foram devidamente adequados.

A passarela de acesso ao ginásio só poderá ser finalizada com a conclusão do prédio destinado à pesquisa. Da mesma forma, o acesso à Casa de Madeira, onde estão as Empresas Jr, os Centros Acadêmicos (Cas), o Núcleo de Educação a Distância (Nead), o Núcleo de Acessibilidade Educacional (NAE) e o Núcleo de Empreendedorismo (Nuem) também foi transformado. A passarela acessível recebeu cobertura, tendo todas normas de acessibilidade cumpridas.

Ainda no que se refere à acessibilidade, salas, laboratórios e demais espaços do Câmpus terão identificação em sistema braile, através da impressora 3D IFMaker do Câmpus. Corrimão e guarda-corpo do Bloco Central agora também estão adequados às normas acessibilidade.

Demais obras

A obra do refeitório, orçada em R$ 332.787,92, está sendo executada desde março passado, bem como o novo bloco de Pesquisa, que está na fase de fundação, e cuja previsão de término da 1ª etapa é março de 2023. Este investimento está orçado em R$ 5.776.821,91. 

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.