PDI: Como é feito o acompanhamento?

BLOG DO IFSC Data de Publicação: 21 jul 2021 10:19 Data de Atualização: 21 jul 2021 10:35

Desde o ano passado, temos posts aqui no Blog explicando o nosso Plano de Desenvolvimento Institucional, o PDI. Falamos dele (e seus capítulos) nos seguintes posts:

> O que é um PDI e como ele é feito?
-> Como funciona a estrutura organizacional do IFSC?
-> O que é um projeto pedagógico institucional?
-> Como funciona a EaD no IFSC?
-> Entenda o orçamento do IFSC
-> Aonde o IFSC quer chegar?
-> Entenda o que são os itinerários formativos no IFSC
-> Como trabalhar no IFSC?
-> Infraestrutura do IFSC: entenda como funciona

Chegamos agora ao último capítulo do PDI vigente, que segue válido até 2024. O capítulo 10 trata do Acompanhamento e avaliação do desenvolvimento institucional e é uma novidade, já que não existia nos PDIs anteriores. 

Esta parte do documento explica como os planos do IFSC se conectam para compor nossa estratégia e traz os responsáveis por cada um desses planos. Além disso, este capítulo traz o cronograma de revisão e orientação para o próximo PDI. É esta parte que servirá de base orientativa para o Comitê Permanente de Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional, o Copadin, responsável pelo acompanhamento e atualização do PDI. 

Vamos entender isso melhor?

Como acompanhar o PDI?

O Plano de Desenvolvimento Institucional é feito de forma muito colaborativa. Uma vez pronto e aprovado em todas as suas instâncias, ele não deve ficar guardado na gaveta - como dizemos. É preciso ter o PDI em mente em cada ação de trabalho do IFSC.

Para acompanhar e avaliar a execução do PDI, o IFSC conta com diferentes ferramentas de gestão e governança. São elas:

- Órgãos colegiados: são instrumentos integradores, que facilitam a comunicação, a coordenação e o controle dos elementos que compõem o Instituto;
- Comissão Própria de Avaliação (CPA): que elabora e executa o processo de autoavaliação institucional, exercendo papel fundamental no processo de avaliação e acompanhamento do plano estratégico da instituição;
- Comitê Permanente de Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional (Copadin): é uma estrutura voltada a subsidiar o alinhamento institucional em prol do alcance da estratégia concebida, coletivamente, para o próximo quinquênio (ou seja, para o período do próximo PDI, já que ele é feito a cada 5 anos).

Para entender melhor, observe esta figura abaixo em que mostramos o ciclo anual do desenvolvimento institucional:

Ciclo do PDI

Os colegiados, a CPA e o Copadin atuam conjuntamente na última etapa do ciclo de desenvolvimento institucional, a avaliação, que tem como objetivo melhorar os serviços que oferecemos aos alunos e à sociedade.

No centro desse ciclo anual, está o PDI -  que, como já explicamos, reúne diversos planos e políticas em um só documento, estabelecendo as diretrizes do IFSC por um período de cinco anos. Essas diretrizes inspiram as ações que compõem o Plano Anual de Trabalho, o PAT, e orientam o planejamento dos nossos 22 câmpus e da Reitoria para o período de um ano. 

Após a execução dessas iniciativas é realizada uma avaliação para verificar se alcançamos o que pretendíamos e compilamos os resultados no que chamamos de Relatório Anual de Gestão - que acaba sendo um documento de prestação de contas à sociedade, além de fornecer um panorama para gestores sobre como o IFSC gerencia seu capital intelectual e financeiro no enfrentamento de seus obstáculos e sobre como a instituição se prepara para os desafios futuros.

Como funciona o PAT?

Internamente, a sigla PAT é muito conhecida pelos servidores, uma vez que representa nosso Plano Anual de Trabalho. Cada setor tem seu PAT, que é uma forma de transformarmos as diretrizes estratégicas do IFSC em projetos e processos que buscam alcançar os objetivos planejados.

O PAT é composto por:

- Projetos Estratégicos: que promovem a realização dos objetivos estratégicos institucionais e contribuem diretamente para o alcance de suas metas, devendo ser vinculados a uma das Iniciativas estratégicas do PDI.
- Projetos de Infraestrutura: que promovem a construção e manutenção de bens imóveis, aquisição de softwares, equipamentos e demais materiais permanentes;
- Ações Rotineiras: que promovem atividades de caráter recorrente, como pagamento de contratos e aquisição de material de consumo, bem como qualquer outra atividade sem associação com as iniciativas estratégicas e sem impacto direto nas metas estratégicas institucionais, mas que são essenciais para nosso funcionamento.

-> Saiba tudo sobre o PAT do IFSC e veja como está o cronograma para elaboração do PAT 2022

A partir desse planejamento é que fazemos nosso trabalho por meio de projetos e processos. Todo dia, cada um dos nossos 2,5 mil servidores trabalha na direção do PAT e do PDI - seja um professor dando aula ou um técnico administrativo finalizando um edital para algum processo seletivo.

E como saber se estamos no caminho certo? Aí entra a importância da avaliação.

Como é feita a avaliação institucional?

A gente se orgulha muito de ser IFSC porque acreditamos muito no papel das instituições de ensino públicas que tem como finalidade formar cidadãos e contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade democrática. Mas como saber se estamos conseguindo?

Para isso, aqui no IFSC, temos a Avaliação Institucional, que é composta por um conjunto de processos avaliativos individualizados, internos e externos, realizados em períodos distintos, mas que formam um sistema capaz de produzir um “raio-x” do desempenho da instituição a partir de diferentes ângulos. Vejam nesta ilustração:

Imagem mostrando o sistema de avaliação do IFSC

-> Conheça os processos de avaliação aos quais o IFSC é submetido

Quem é responsável pelo PDI?

Já deu pra perceber a complexidade que é o PDI, não? Por isso, a responsabilidade pelo planejamento institucional é distribuída em várias instâncias da estrutura organizacional e sistema de governança do IFSC. É da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, a Prodin, a competência de promover e coordenar os processos de planejamento estratégico e a avaliação institucional, cabendo à sua Diretoria de Gestão do Conhecimento (DGC), por meio da Coordenadoria de Planejamento e Avaliação Institucional (CPlan), coordenar e acompanhar a atualização e o cumprimento do PDI. 

É no capítulo 10 do PDI que você encontra os responsáveis pelo acompanhamento do PDI. 

E o próximo PDI?

A gente mal terminou de explicar o atual PDI - que vale até 2024 - e já estamos aqui falando do próximo? Pois é, mas é que não podemos ver isso apenas quando a vigência do plano estiver terminando. É preciso planejar antes.

E tudo isso também mereceu atenção neste último capítulo do PDI 2020-2024, que finaliza com diretrizes para a revisão do PDI atual e com orientações para o próximo, afinal, cada processo de construção nos traz um novo aprendizado. Se quiser saber quais são, clique aqui.

E aí? Gostou de saber mais sobre o PDI? Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelo e-mail blog@ifsc.edu.br.

Receba nossos posts

Se quiser ver tudo o que já publicamos no Blog do IFSC, clique aqui e leia todos os nossos posts. Você também pode receber nossos posts no seu e-mail sempre que forem publicados fazendo seu cadastro aqui

 
 
BLOG DO IFSC BLOG DO IFSC